sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Finalmente

Ela largou a caneta e aprendeu que dá pra escrever bem bonito sem usar sintagma algum.
Sem rimas, sem enfeites, sem esforço nenhum.
Pois quando não havia mais palavras, nem poesia e nenhum resquício de dor
 Foi que a menina teve absoluta certeza, finalmente, que o que sentia  era amor!