terça-feira, 20 de setembro de 2011

Pois cansei

O sumiço é por descanso, não por descaso.  
É que já não era sem tempo de repousar as palavras num canto e a cabeça num travesseiro.

Cansei.
 
De ver poesia na demencia, de engrandecer o minúsculo, de querer que todo mundo queira exatamente o que eu quero, como eu quero. Da mesmice. Da falta de pauta, de assunto. Da interpretação exagerada do que digo. De ser poesia.
 
Cansei de me deixar ser inventada pelos outros. É.
 

Fui me reinventar.
(Demore o pouco ou o muito que for)