domingo, 27 de novembro de 2011

Pra ver se você entende

Eu  realmente não preciso de você.

Posso muito bem conhecer dezenas de  caras iguaizinhos ou até melhores. Tem muita gente no mundo que sabe fazer arroz, acordar cedo  sorrindo, e que conhece milhares de piadas de português. Eu poderia, por exemplo, conhecer um cara que soubesse os termos futebolísticos e que me explicasse ainda melhor do que você faz.

Devem haver outras quinhentas mil pessoas que adorem comédias românticas, pipoca com queijo ralado e praia em tempo nublado. Milhares de homens bonitos, interessantes e que partilhem do meu gosto musical. No mundo deve ter muito homem romântico que não ache perseguição se a garota mandar mensagem ou ligar de madrugada. Quem adore poesia, saiba elogiar e me faça sorrir a todo instante. Tenho plena certeza que é possível encontrar.

Então, nem adiantaria eu dizer que você é único, que eu não conseguiria viver sem você. Mentira, cara. Muita mentira. É claro que eu consigo viver sem você (e que em alguns momentos da vida eu até PREFIRA estar sem você), mas a questão é que eu te amo, sabe?Dentre bilhões de pessoas nesse mundinho infame, aconteceu de o amor se instalar em mim só-pra-vo-cê. É basicamente assim:eu não preciso de você, mas eu quero. Porque é amor.

Tanto amor que, se chover de manhã cedo, eu vou sorrir e pensar em você. Se o pendrive travar no dia da palestra, eu vou sorrir e querer tomar uma cerveja com você pra desestressar. Se o dinheiro acabar, eu vou querer sentar contigo no chão da sala e chorar baixinho. Se fizer frio, é você que eu vou querer abraçar. Se acontecer alguma coisa, é pra você que eu vou querer ligar. Se falar em saudade é de você que eu vou lembrar. Se tudo estiver maravilhosamente bem, é com você que eu vou querer dividir as alegrias.

E aí, conseguiu entender?  Então volta, porra!

21 comentários:

Adna Martins disse...

E o os olhos brilharam, o sorriso também. Porque é amor, Maria!

Jú Sessa disse...

vc me encanta todo dia minha Maria... mas hj especialmente vc seduziu a minha noite c a sua sensibilidade e precisão imprecisa! te loves tanto ... bei Ju

Patrícia disse...

amor é um diagnóstico difícil, Maria. e perigoso, dizem os boatos que é terminal.

. disse...

é minha cara, ótimo texto, concordo com cada palavra!

brigada por existir querida! haha

beijo beijo, =*

Stella Rodrigues disse...

Que lindo, apesar dos palavrões haha adoro teu jeito de escrever.

Vanessa disse...

Realmente é amor. E contra ele, é muito difícil lutar. Beijo, Maria.

Letícia S. disse...

ah, o amor... haha.
gostei muito do texto :)

beijos

Luna Sanchez disse...

Tá desenhado, poxa!

Lindamente desenhado, diga-se de passagem.

Beijo, beijo.

Gislaine Fernandes disse...

Quero um amor desse pra mim ele tem um irmão, um primo ou um tio???

Pode chamar de diário. disse...

Veeelho muito bom seu texto! Gostei mesmo, já curti e pretendo voltar sempre aqui (: beijos ;*

Mariana Andrade disse...

maria, maria, maria
adoro isso aqui!

e tudo isso é a mais pura verdade, sabe? e eu fiquei lembrando, e querendo e aaaaaai... sei como é esse negócio aí de amor. é escroto, mas tão bom!

bj bj bj

Henrique Miné disse...

as vezes eu fico assustado com a maluquice que é essa tua vida amorosa, haha

E depois eu penso que sou eu que me fodo...

beeeeeijos.

Maria Midlej disse...

São só textos ultimamente, Miné.
Se eu for falar de mim, não dá um parágrafo. rs

=~

Queria eu que esse amor aí fosse meu, mas que nada. Inventei aqui dentro. Um dia eu tenho um igualzinho. :3~

Laura K. disse...

Amar é sentir paz mesmo nos momentos mais desesperadores.

Jaci Macedo disse...

Porque por mais que haja milhares de outras pessoas nesse mundo iguais aquela pessoa, nenhuma delas é a que você quer. Talvez nenhuma pessoa seja única no mundo, mas são únicas para nós mesmos.

Beijo, coração.

Clariano disse...

Um dia todos teremos x)

Bom, ao menos eu espero, ou vou morrer com o titulo de cara mais frustrado que já pisou na terra...

Ou mais ingenuo, vai saber..

Rafael Castellar das Neves disse...

hahaha...muito bom (tirando o lado triste!)...

[]s

quaresma. disse...

seja verdade ou invenção, fato é que todo mundo quer alguma coisa e que a outra parte faça a parte dela de voltar : )

beijas, Má ;*

Mah disse...

porra, maria... é foda mesmo... 7 bilhões de habitantes no planeta, e o cupido resolve escolher a gente pra errar... mais uma vez...

= /

beijo, bonita!

(P.S. Tá lindo pra nossa cara, né?)

Carolda disse...

Ah, o amor... tão maroto!
Esse lance de voltar é complicado, mas torço para que o melhor aconteça.

Beijo, Maria bonita (:

*Natália* disse...

Pra amar alguém, temos primeiro q nos amar...


Boonito texto.
Beijos