quinta-feira, 21 de abril de 2011

Borboleta

É sério, vem cá, vem ver como é que eu vivo zumbizando e disfarçando frustrações quase que o tempo inteiro. Só eu e meu espelho sabemos de mim, e de vez em quando nem pra ele eu conto. Eu sinto vontade de nunca ter saído do casulo, porque isso de virar borboleta foi a coisa mais difícil que já inventaram desde o sudoku.
Mas né, eu sei e você também sabe que blablablá isso é preciso e blablabla é só uma fase. Mas cadê abraços quando eu sinto medo?
E olha, eu sinto medo toda hora. De tudo, de todos, de mim mesma, de pegar o primeiro ônibus com direção a qualquer porra de lugar e ir pra lá morrer de fome, ou virar hippie, ou prostituta, só pra não ter que viver a vida do jeito certo, porque é difícil e chato e DESUMANO, caramba.
Que eu tenho esse negócio de meter os pés pelas mãos e complicar coisas simples como um relacionamento, sabe? Então você avalie como estou agora, tendo mais do que isso pra administrar. É minha vida.
E eu não tenho paciência pra deixá-la nos trilhos, nos eixos, na direção correta. Eu tenho mais é vontade de dizer ''VIVA VOCÊ ENTÃO, VIDA CHATA. QUE EU VOU FICAR AQUI EM PILOTO AUTOMATICO VENDO VOCE MORRER POR CONTA PROPRIA, E DEPOIS QUEM VAI PRO CÉU SOU EU''
Porque na realidade: eu quero a minha mãe! ''Não sei da psicanálise, mas tenho certeza que "mãe!" é um lugar numa galáxia distante pra onde todo homem sonha ir'', já disse alguém por aí. SÁBIAS palavras. Eu quero ir pra lá, voltar pro meu casulo e ser a velha lagartinha de sempre, ok? Tá bom pra mim do jeito que era, viu? Só avisando, caso você queira saber.
Eu não consigo continuar.
Mas o pior de tudo, é que eu também não consigo desistir, e nem vou.
...

10 comentários:

Carla Dias disse...

É isso aí, gata. Força. Também vivo complicando coisas simples. Mas fazer o que, né? O importante é fazer as coisas sem perder o bom humor, no final, tudo fica bem.

Beijos, beijos.

Steph disse...

Concordo com tudo e mais um pouco.

beijos querida!

Emoções de uma tal "NINA" disse...

Adoreiii...vc parece até ter me descrvido.
estou assim tbm...
xero

mila disse...

É uma explosão de sentimentos, uma confusão só... É aquele querer, não querendo; aquele amar, não amando. Quem entende?

Nati disse...

Disfarço muitas coisas, tenho que parar de fazer isso... Beijo

Luara Q. disse...

tuas palavras tocam!

espero te ver por lá: @lluaraQ

ticoético disse...

Con-fu-são,isso mesmo,como diz no perfil,é bom descobrir-se no sentido reto e literal,eu também quero a minha mãe,enfim,bela.

abraço,e tenha uma boa páscoa com chocolates e o cachorro da vizinha.

CintiaTavares disse...

Ai essas confusões da vida... Da vontade mesmo de dar um tiro na cara dela. Mais a gente tem que viver, não tem jeito. Então, que seja do jeito que a gente pelo menos gosta né?
Concordo com tudo o que disse. :)
Beeijos.

Anônimo disse...

haha

SaraL. disse...

'só pra não ter que viver a vida do jeito certo..' rs
Adorei! Jurei que estava falando isso pra mim! Esse é o forte de quem sabe o que diz! Bjs