domingo, 30 de janeiro de 2011

Eu e John Mayer

Será que estou vivendo direito?

Esses dias, minha boca idiota, me colocou em apuros. Eu falei demais outra vez.
Como eu pude esquecer? Minha mãe diz: "pense antes de falar". Mas não há filtros na minha cabeça. Eu nunca mais vou falar outra vez, só me machuco. Prefiro ser um mistério, a partir de agora. E mais uma coisa: Por que a culpa é minha? Tá, talvez eu tente demais, mas é por causa desse desejo.Eu quero ser querida, eu quero ser engraçada, mas parece que eu sou a piada. Podem me chamar de Sra. Tiro pela culatra, principalmente no que diz respeito a amor.

E por falar em amor, fiquei sozinha em casa em uma sexta-feira, deitada no chão e pensando em velhos amores ou mais especificamente na falta de um. É que depois que as paixões desapareceram, e todas as minhas esperanças estavam erradas eu estou acabada. E odeio isso. Estou cansada de ficar sozinha. Na verdade, só metade do meu coração tem o controle da situação. A outra metade é muito criativa e impulsiva.
Eu tive um pouco de amor, mas o tornei escasso. Parti meu coração e o desliguei. Agora vivo sem nada para fazer, nenhum lugar pra ir e a companhia de ninguém além de mim.. Estou perfeitamente sozinha, pois não pertenço a ninguém e ninguém pertence a mim. Porque desde que eu tentei tentar não encontrar cada pequeno significado em minha vida, está tudo bem. Depois de muitos pontapés, quedas, trancos e barrancos, entendi que na vida as pessoas só podem ser: amigos, amantes, ou nada. Não pode haver um meio-termo, afinal qualquer coisa que não seja um ''sim'' é um não. Se você quer mais amor, por que não diz logo? Apenas diga! E aguarde um sim - nada menos que isso.

Ao entender essa parte, ouvi uma voz dizer "Bem-vinda ao mundo real" - e ela me disse com condescendência - "Sente aí, pegue sua vida e planeje-a de modo simples''. Hoje eu finalmente superei a tentativa de encaixar o mundo dentro de um porta-retrato. Talvez te conte tudo a respeito disso quando estiver com vontade de me perder, mas deixe-me dizer: Por que não é a minha hora? O que há mais a aprender? Eu estou impedida de voar, parece que tive minhas asas pregadas. Estou cercada por todo esse pavimento, e cá entre nós eu nunca gostei dessa cidade, morro de vontade de sair daqui. Odeio as luzes meio envelhecidas que empobrecem a noite, a fuckin' praça de fonte colorida, que não tem uma droga de fonte colorida... mas um dia eu voarei e serei muito mais que isso. Pois sou maior do que o meu corpo me permite ser, e bem maior do que essa cidade deixa também.

Você pode me achar se você quiser um dia: eu estarei logo ali, na estrada. Pois mais importante que chegar, é ir.
Esse é o jeito que essa roda continua funcionando.

_x_ _x_ _x_ _x_

Nota: A idéia boba que tive, foi juntar algumas das minhas músicas favoritas do John e mais alguns devaneios aleatórios e criar um texto. Fui adaptando algumas letras, mas é isso. Apesar de confuso, está verdadeiro. Trabalharei mais no proximo, prometo.
Ficam aí umas dicas de músicas do John que utilizei na postagem, pra quem quiser. rs

Half Of My Heart -- My Stupid Mouth -- Love Song For No one -- Friends Lovers, or nothing --No such Thing -- Back to You -- Why Georgia -- 3x5 -- Bigger than my body -- New Deep -- Home Life -- Wheel -- HeartBreak Warfare -- All we ever do is say goodbye -- Who says -- Perfectly Lonely -- Do You Know Me?


7 comentários:

Luu disse...

Ficou original, confuso, mas bom.

:*

Dayane Pereira disse...

Ah, o que posso dizer.. Ficou muito foda! Muito coerente, deu pra tirar a ideia sim!
Vou baixar algumas dessas música.]s.

Barbara C disse...

Sabio John então.

A noticia ruim é que as vezes erramos sim. E nunca enxergamos o erro e continuamos errando, achando que o mundo é que esta contra;


hehe viajei.


bjos

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Não conhecia as músicas, mas gostei do jeito como você usou canções pra montar um texto.

Parece até comigo, quando começo a pesar na vida...

paula disse...

o que eu posso dizer? vc é foda. espero que se encontre nesse caminho, ou que pelo menos não se perca mais...

=)

p.s.: quantas vezes eu já disse que gosto de tudo o que vc escreve??

Luana disse...

Caracaa! que texto! parece que é tudo que estou vivendo exatamente agora! Achei muito bom, como todos os outros!

=)

Jaynne Santos disse...

Passei por aqui...
"Pois mais importante que chegar, é ir."
Perfeita frase...
Beijos;