quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Feliz (natal)

Dia desses, eu senti uma angústia, uma coisa que não se explica. Senti medo, saudade, frio...
Lembrei da minha avó dizendo que ''Sempre que sentir isso, é importante rezar..'', fazia tempo.. eu não sabia muito bem se o meu câmbio com Deus ainda estava funcionando, visto que não sou de suas melhores filhas.. mas conselho de avó a gente não ignora. Então eu fui pra janela, juntei as mãos, e comecei a rezar...

''...Pai nosso, que está nos céus..''

...Sabe, Deus, é complicado sentir essa saudade que me bate duas vezes por ano com mais força do que os outros 363 dias, apesar de sabê-la me acompanhando por todos eles. O Natal está chegando e eu não pude deixar de lembrar que ele não tem mais sentido na minha cabeça... desculpe dizer isso assim..
É difícil não ter o mesmo calor, a mesma vibração e ansiedade no dia de Natal...complicada essa vontade de esperar por presentes, sabendo que estariam ali quando eu acordasse e perguntar mais de um milhão de vezes o por quê de comemorarmos o natal assim com peru e um golinho de coca-cola pra fingir que era vinho. E lembro de dormir de mãos dadas com as primas, para que, caso alguma de nós acordasse, todas levantassem pra ver como era o tal Papai Noel. Também vem à minha mente agora, o pessoal lá de casa mandando a gente dormir logo, porque eles também estavam com sono e papai noel só chegava quando a ultima criança tivesse verdadeiramente adormecido. ''E como é que ele sabe?'', alguém sempre dizia lá do meio do emaranhado de colchões na casa da vovó. Ao que o tio respondia: ''Ele sabe de tudo..Mas ele manda a gente vigiar pra ele..Durmam logo!'' Daí que eu parei de pedir a boneca da moda pro Papai Noel, faz muito tempo, como o Senhor deve saber... um tempo tanto que parece infinito. Meu pedido novo era ela de volta. Olhos verdes, jeitinho engraçado e fragilidade infantil. Eu-quero-a-minha-vózinha-de-volta-papai-noel. Mas ele não me trazia. Ela vinha de novo com a boneca. E depois, ele parou de vir. Disse que eu já estava crescida. Mas as cartas continuavam e o pedido era o mesmo. Demorei pra entender que ele não a traria porque não precisava, ela vinha sozinha. TODO ANO. Me dava um beijo na testa e me pedia desculpas, num cochicho. Mas eu estava dormindo e não via, sabe? Tipo quando o papai noel vinha. Aliás, hoje eu sei que ele não vem mais, pra que ela possa vir no lugar dele, e por isso o respeito ainda mais.

''...venha a nós o vosso reino...''

Ai, DEUS! lembrei que o ano também tá com vontade de ir embora e eu, que há tanto tempo não falava com o Senhor, nem lembrei de agradecer pelas pétalas e pedras que me colocou no caminho, exatamente onde elas deveriam estar. Pra que eu catasse e pra que eu pulasse, numa coreografia gostosa de fazer. E desesperadora, por não ser ensaiada. Foi um ano difícil, de fim de ciclos, inicio de outros tantos e muita bagunça e barulho. E foi bom demais, Deus. Foi um dos seus melhores, juro. Poxa, mas deixa eu agradecer também pela minha mãe, pelo meu pai, meus amigos, meu irmão, meus amores, meus desamores, minhas dores, frustrações, confusões e palavras? Ai, Deus, obrigada pelas palavras. Principalmente por elas, que foram tão importantes nesse meu caminhar de dois mil e dez, eu espero estar me dirigindo da forma correta ao senhor. Inclusive, lhe peço até desculpa pela ausência, eu andava pensando no Senhor pra pedir, eu sei. Mas é que a coisa é complicada em minha mente, ando lendo muito e vendo muita coisa.. e tendo muito medo. Me desgarrei, mas prometo voltar em breve.

''Seja feita a...''

Ai calmaê... agradeci tanto, que acabei não pedindo nada pro próximo natal nem pro próximo ano... MAS calma, acho que estou começando a entender o Natal. Tem muito mais a ver com agradecimento e reconhecimento do que com peru e vinho ? Não é só uma desculpa pra reunir a família, é pra agradecer por ela. Pela vida, pela saúde, pelos blablablás, todos, Pai? Diz aí... Er.. enfim, então é isso. Posso só pedir uma coisinha então? Eu quero que, em 2011..

''...SEJA FEITA A VOSSA VONTADE!''

Terminei os versos aí, Deus me entenderia. Eu sei. Pisquei pro céu e ri de mim. Fiz a cruz, olhei mais um pouco pro infinito e uma estrela brilhou intensa além do normal e depois se apagou. Pude jurar que era Deus me piscando de volta. Ou era minha avó. Ou o sono, mesmo... Senti Paz.

Voltei pra cama e dormi. Naquela noite eu sonhei bonito.



Feliz Natal e Feliz Ano Novo, gente.

24 comentários:

Marcelo Zaniolo disse...

Acho que sei como é essa ausência no natal. Alias, acho não. Eu sei. Só não sei se é a mesma...

E eu gostei da sua "carta" ao papai noel ou reza, como preferir. Ficou bem escrita, bonita. Sem contar que passa uma mensagem muito boa, de recordações, agradecimentos...

Só não podia deixar de falar da frase "numa coreografia gostosa de fazer. E desesperadora, por não ser ensaiada", que eu achei GENIAL!

Beeijo.
Feçiz natal para ocê, também!

Henrique Miné disse...

amém x)

Brenda Matos disse...

Em nome de Jesus... Amém.
Achei lindo essa sua conversa com Papai.
Me deu vontade de escrever uma também, rs. Sabqeutimitoné, hehe.

Beijo, miga.
FELIZ NATAL.

ratoderua disse...

Essa menina é FODA! Eu venho, leio... Aí termino e digo: "PQP!" Aí leio de novo, ainda com mais atenção, prestando atenção em cada palavra, em cada frase, em cada verso, em cada sentimento colocado pra fora, em cada pensamento solto sendo traduzido em palavra, e aí eu... Digo novamente: "PQP! - Parte II"

Enfim,

Sei bem como é se sentir assim. Talvez não exista nenhum dos blogs que eu visite, que eu consiga entender tão bem e sentir tão bem o que a pessoa escreve. É impressionante. Adoro vir aqui. De verdade!

Espero que 2011 seja um ano com mais acertos (já que a gente errou tanto esse ano, que tomara que São Pedro não esteja com nossas notas finais) que 2011 seja um ano, onde possamos rir mais e chorar menos. Viver mais e se preocupar menos. E principalmente conseguir ser feliz e nos colocarmos em primeiro lugar, antes que "seres" apareçam e possam vir destruir a nossa paz e tirar o nosso sono, é... Se 2011 for seguindo por aí, eu juro que vou adorar, hahahahahahaha.

Má, se cuida... Tenha uma ótima noite de Natal, uma ótima virada de ano. E em 2011 tô por aqui novamente pra te ler com todo prazer e alegria do mundo =)

Bjs!

Janis disse...

Avos azem uma falta danada mesmo!
Parabéns (mais uma vez) hahaha!
feliz natal pra ti, mil beijinhos

Veronica Rodrigues disse...

FELIZ NATAL!

Charlie B. disse...

Awn..que lindeza de oração! Ao te ler fiquei pensando no meu ano, nos meus natais que nunca aconteceram e na vozinha que eu mal conheço!

este foi um ano bom, mas posto sobre ele antes dele acabar!

Beijos em ti,

Charlie B.

Quareesma disse...

assim seja :)

beijas, Má :*

Paulinho Santana disse...

Como sempre...
Lindo demais.
Tu tens o domm da escrita, um diia vou comprar um livro seu, abraçá-lo e lembrar que tenho você!

Felipe Braga disse...

Nessa época, eu prefiro escrever cartas para mim mesmo. Cobrando a mim mesmo, pedindo, suplicando; dizendo que fui um merda, mais uma vez. hehe

Tenha um feliz natal, Maria.

Beijos.

Felipe Braga disse...

Ah, é! Esqueci de dizer que o lirismo da conversa foi comovente.

Agora é sério, vou-me embora de verdade. hehe

Beijos.

Carolda disse...

Que texto mais lindo, dona Maria, coisa mais linda de se ver! Tão intenso, tão simples, tão espontâneo. Feliz tudo aí pra você ;D
Um beijo

Natália disse...

Feliz Natal atrasado e Feliz Ano Novo, tudo de bom e de melhor. Beijo

Ramos disse...

Ahhhhhhh como eu queria sentir essa paz que um monte de gente me fala. Sentir essa força pra dentro de mim, me fazendo superar problemas, erguer-me do chão quando estou caido.
Infelizmente sou um descrente de mundo, não posso ser ajudado ainda... Mas a felicidade dos outros por hora me bastam e agora, estou feliz por você! =D


bjauM!
www.suportedamente.blogspot.com

@febrandao disse...

... Eu também sinto muita falta no Natal. :s

:**

@juusep disse...

Só passando para avisar que tem um selinho lá no blog, e uma mensagem de ano Novo adiantado. Beijos, um prospero ano novo! Se cuida.

http://vouvivendoavidalevemente.blogspot.com/2010/12/papai-noel-deixou-meu-presente-de-natal.html

Luciana Brito disse...

Dezembro tem essa coisa nostálgica, né? Umas saudades inexplicáveis e tals. Como só li o texto agora, o feliz natal chega um tanto atrasado, mas ainda dá tempo de desejar um ótimo ano novo! kkk

beijo!

Tamara Lacerda disse...

Ow Má, desculpa a demora. Tava viajando... Brigada pela sorte! :D
Fiz pra veterinária.. agora é esperar o que vai ser, tem a UFRB tambem... to na expectativa.
Então é uma torcendo pela outra! haha.
Espero que tenh tido um bom natal..
Feliz ano nooooovo! Toda luz e felicidade pra 2011! =D

beijoca

gabs. disse...

mesmo que venha em palavras bonitas assim, eu não consigo gostar do natal :s

Mayara Buss disse...

voh nao devia morrer nunca, mas na verdade elas nunca se vao, especialmente no natal, quando fazem muita falta

Keylane Lima disse...

foi o melhor texto que ja li, seu.

Lembrei e ate chorei, pedi minha avó a 6 anos atrás e justamente no dia 25 de dezembro. Sinto uma saudade atormentante.

adorei mesmo.

beijos
te mais. =*

Mah disse...

Eu quero meu avô embalado de presente tb...

Por favor, papai-noel, papai-do-céu...

='(

Leonardo disse...

Belo texto, sua escrita é muito boa! Continue assim!

sonia disse...

Maria que belo texto !tanto sentimento intenso e verdadeiro!!!continue escrevendo vc tem talento e deve colocar pra nós essas coisas lindas!!!!!!que 2012 lhe traga muita sorte,amor ,saude e muitos textos!
bjs tia Sonia Kfoury