quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Entendi depois de um tempo

E um dia entedemos que independente dos conselhos da mamãe, do apoio da melhor amiga e do tempo de meditação para decidir por onde começar, vamos errar. Errar pra que saibamos que se uma coisa pode dar errado, dará. E se não pode, às vezes dá também. Porque a vida é assim.
Só que não adianta achar que SEM-PRE vai doer do mesmo jeito. Afinal, uma mesma pedra no meio da estrada pode causar leves arranhões ou cortes bem profundos. Depende da intensidade da topada. E quem tem culpa nisso, infelizmente, somos nós. Mas é involuntário. In-con-tro-lá-vel.

E sabendo disso, você compreende que vale tudo nessa vida. Só não vale perder a vontade de tentar.
Ouvi dizer que o nome disso é Persistência.

18 comentários:

quareesma disse...

ouvir dizer que o nome disso é esperança ;)

beijas, Má :*

Lua disse...

te sempre aprende.

bj ;)

Jussielly Leal disse...

depois de um tempo e depois dos erros a gente sempre aprende...

JaqueFonseca; disse...

ouvir dizer que o nome disso é esperança ;)

beijas, Má :*
[2]

Gislãne disse...

Persista então!

Henrique Miné disse...

sabe, o importante é não ter, nunca, medo ou vergonha dos sentimentos, eles existem para ser, justamente, sentidos, e quanto mais a flor da pele meelhor.

Gosto de como vc anda produzindo bastante de uns dias pra cá! *--*

Beeeeeijos =)

Laryssa disse...

Também chamamos de determinação, não se esqueça.

marcosvrodrigues disse...

Ouvi dizer que o nome disso é amor à vida..
abraço. =D

Nine disse...

E ficamos assim, sem saber o que fazer,
já que somos uma experiência sem 'controle', e passamos pela vida, uma única vez, e sem a oportunidade depois de refazê-la, modificando os _erros_.
Mas, que seja.
Tentemos, como tentamos sempre. E que os erros venham, e as vitórias também. Afinal, não torna-se adulto sem as cicatrizes dos arranhões...

abração.

Natália disse...

Vamos sempre errar em algo ao longo da vida para levar lições dessa vida. beijo

Vital disse...

esse entendimento é mesmo fundamental,
e sempre depois de um tempo.

Mariana Andrade. disse...

a vida é escrota mesmo, isso sim é inevitável.

mas eu também sou persistente.

Renata disse...

vou tentar aprender, mas nesses negócios de 'vida' nunca fui uma boa aluna. é meio que in-con-tro-lá-vel não fantasiar e achar que tudo vai dar certo no final.

Laura K. disse...

Os erros e as dores fazem parte do aprendizado...

Maiane disse...

Sei bem como é! Às vezes, achamos que estamos seguindo o nosso coração e isso pode (ou não) nos levar ao sofrimento. O nome disso é esperança!


Desculpa, mas não resisti e colei isso no meu blog. Você escreve muito bem. Parabéns =)

Au disse...

Não sei se é necessário errar para aprender, mas concordo com você, mesmo com todo mundo dizendo que é algo não é certo, nos precisamos ter certeza, a nossa certeza.
E a gente entende depois de um tempo, que vai ver é assim mesmo...


Beijo

Mali Melo disse...

Persistência. Ou teimosia, ou mesmo determinação. Acho que a gente tem um pouco de masoquismo, nos vemos sofrendo e errando, e repetimos. Mas vai chegar a hora em que vamos cansar. Tem que chegar, né? bjz

Charlie B. disse...

Ten.ta.ti.va. Querer acertar é a melhor coisa que podemos fazer, mesmo que erremos no meio, o fim pode ser bom, acredite um pouco nas coisas lilases da vida. Beijos Má.

Charlie B.