quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Entendi depois de um tempo II

E é quando você não vai se importar se o bar é bem iluminado, bem localizado e se a cadeira é de metal ou de almofada. Sua risada vai ser forte e audível, e você não vai sorrir só com a boca, mas com os olhos que ficam miúdos e extensos, com o nariz que enruga de forma esquisita e com os braços que se encolhem e se abrem freneticamente. A cerveja sempre parecerá gelada, o refrigerante é uma maravilha e o suco indispensável. E mesmo que o lugar esteja vazio, a sua mesa estará cheia de histórias pra contar e gente querendo ouvir. E não importa se os encontros ficarem esporádicos, se a conversa passar a ser por telefone ou se um dia haverá uma decepção. Vocês sempre terão uns aos outros.

Daí você vê que é vital, indispensável e maravilhoso ter certas pessoas por perto. Você vai fazer de tudo para não decepcioná-las e vai sentir recíprocidade nisso.
O único problema é que encontrá-los é raro. Costumam chamar de Amizade.

13 comentários:

Laura K. disse...

O sorriso mais sincesso é aquele dos olhos.

Ana Vicente disse...

Bem verdade!!!!
E o tempo passa tão rapidnho, e todo mundo presta atenção na conversa... e a gente nem percebe.

Quareesma disse...

eu já encontrei algumas raridades desse tipo por aí ;)

beijas, Má :*

Gislãne disse...

"Daí você vê que é vital, indispensável e maravilhoso ter certas pessoas por perto"

É inpensável que isto não venha a acontecer!

:)

Lindo texto

matheus disse...

que belo Maria, como de costume né!?
Concordo, amizade é bem isto que tu conseguistes definir!
beijo

Dalton Mesquita Filho disse...

e ela, essa tal de amizade, muitas vezes é a nossa razão de vida..

quase chorei com seu texto, Má. Parabéns.

@AlvaroWanna disse...

Simplesmente muito perfeito o texto.
Amei. Concordo plemamente

Dayne Dantas disse...

Lindas e sábias palavras.

Jaya Magalhães disse...

Isso me deu tantatantatanta saudade de algumas amizades que os vinte anos levaram embora... É complicado, dói, mas passa. Hoje eu lembro e é tudo muito sépia. Um dia, já foi esse teu texto.

Beijo, Má.

Lury Sampaio disse...

Ah! Mas que palavras verdadeiras. Pode não ser pra sempre, mas sempre vai ser inesquecivel!
beijos.

JaqueFonseca; disse...

tô precisando disso agora...

Gislaine Fernandes disse...

Amizade pra mim é tudo, tudo mesmo, pois namorados, maridos, passam mas amigos, amigos de verdade esses sim ficarão...
Post lindo!!!
beijos

Dayane Pereira disse...

Nem me fale... amizades, únicas, verdadeiras, a vida nos distância, mas não morre. *.*