sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Adeus, ano velho

Foi bom enquanto durou, na verdade, nem tão bom assim. Você podia ter sido melhor, ter andado um pouco mais devagar. Você me pareceu o mais apressado de todos. Nunca vi igual. Ao piscar os olhos, já tinha vivido muita coisa. E ontem,no seu ultimo dia aqui comigo, foi a noite mais linda das tuas 365 noites. Pode apostar. Eu via as nuvens, o céu brilhava e a lua lá, me sorria, mandando eu dizer Adeus a você. Embaixo dela, o mar, que aguardava eu levar pra ele todas as coisas ruins que não queria que me acompanhassem, quando você finalmente fosse embora. Enquanto eu via aquela lua, tão cheia de coisa nova, e reclamava que ''2009 foi o ano mais rápido e difícil da minha vida'', me vieram à cabeça todas as coisas que passei durante o tempo que você esteve aqui. Fui pesando-as, medindo-as, relembrando-as... E você quer saber? Eu fui feliz em você!

Chorei muito, sim. Me apaixonei horrores, por quem não me dava bola, por quem queria ser só ''meu amigo'', por quem não devia e por quem eu nem conhecia. Briguei demais com a minha mãe. Fui mal na escola. Aprendi que tropeçar não é a mesma coisa que cair, e que mesmo cair, não pode me fazer desistir. Sofri ao ver gente amada sofrer. Descobri que a morte me assusta. Descobri o que é perder uma coisa que eu achei que nao viveria sem, e percebi que sim, eu vivo. Senti vontade de amar. E amei. Conheci pessoas maravilhosas, e outras nem tão maravilhosas assim. Aprendi musicas e saí muito. Perdi as contas, perdi dinheiro, perdi a noção e o coração. Cortei o dedo da mão ao menos 4 vezes por mês e pintei as unhas de cores diferentes. Escrevi e li, muito mais que em qualquer outro ano. Meu EGO aumentou. Vi meu time campeão brasileiro, depois de 17 anos, e roí as unhas assistindo futebol. Comi quilos de pipoca. Almocei pão com água durante dias, por preguiça de fazer coisa melhor. Fortaleci relacionamentos. Desprendi-me de outros. E eu também menti. De brincadeira, pra zoar, de verdade, e pra machucar. Fui uma péssima pessoa algumas vezes, e vi pessoas sendo péssimas vezes demais. Aprendi um novo origami, comi bastante sushi e viajei. De avião, de carro, de ônibus e em pensamento. Comprei muita roupa. Me apaixonei pelo meu cabelo. Fiz as pazes com o espelho e iniciei um processo longo de reconciliação com meu corpo. Fui consolada e consolei. Fui abraçada e abracei muito. Dei mancada. Dei sorriso. Dei dinheiro. Dei abrigo. Fiz as pazes. Briguei de novo. Vi o meu pai sorrir de bobo brincando de casinha. Vi a minha mãe chegar numa certa idade, com o mesmo rostinho de antes. Tirei bastante foto sozinha. Esqueci a máquina todas as vezes que estive acompanhada. Os melhores momentos de você, não têm foto. Desculpa aê, ano velho.

Falando em desculpas, me desculpa pelos dias teus em que me deu o sol e eu preferi fechar as janelas, ouvir música depressiva e chorar por besteira?
Foi maravilhoso, meu velho. Você é página virada, que sempre poderá ser relida. E será. Inesquecivel 2009.
Adeus.

7 comentários:

Natália Corrêa disse...

2009 pra mim foi uma ponte. Eu tinha que passar por ele, mas ele também tinha que passar por mim e ir embora.

Mas também vou reler minhas páginas viradas =}

feliz ano novo! :*

Mariana Andrade. disse...

2009 foi o ano que passou mais rápido, foi também o mais intenso. como a Nat disse, pra mim foi como uma ponte.
a ultima noite do ano (e também a manhã) foi, com absoluta certeza, a mais bela.

2009 vai embora.. e vou até sentir saudades;

Luana Gabriela disse...

Má, eu tenho lido alguns blogs e pelo que percebi muita gente sofreu este ano e o bom disso é que ninguém sofreu sozinho. As palavras, os blogs, os seguidores sempre estavam lá! Benção mesmo né?
Que em 2010 também tenhamos muitas palavras, mas sem tanta tristeza.

Bjos

Nine disse...

Ai...
dos melhores momentos, não há fotos...
Mas eles foram tão reais não é mesmo?
Aí, vão se tornar memória, e ressucitar várias vezes, até o fim da vida, como nesse seu maravilhoso texto!
Amei.

É, começou...
=S

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Que legal. Eu tb fico pensando em como foi o meu ano de 2009. Tb vivi coisas ruins e boas, mas sei que o saldo foi positivo no final. Aprendi muito mesmo. E agora é 2010! Ok, estou pronta pra ele.

Lindo texto.

Erica Ferro disse...

Ah! Foi duro ver 2009 partir, mas nem doeu tanto. Achei que ia ser mais doloroso.
Mas não, era tarefa dele vir e ir...
E eu tenho que continuar andando, vivendo e amando.
Afinal, tudo recomeçou.
É mais um ano, mais uma chance, mais VIDA.

Um abraço com gosto de feliz ano novo.

Desabafando disse...

Lindíssimo esse post...