quarta-feira, 6 de maio de 2009

Ordinary Me

Eu me acho meio louca, às vezes.
E quando me olho no espelho, eu tenho vontade de quebrá-lo em mil pedaços, assim como faria com aquele rosto que ele reflete.
Eu converso comigo mesma, me entendo e dou risada sozinha.
Antes de dormir, eu revejo tudo o que fiz no dia, e me perco imaginando como será o dia de amanhã.
Me apego facilmente a coisas que me fazem bem. (E isso vai de filmes, cds e livros até as pessoas. E principalmente elas).
E eu me acho tão comum. Eu queria ser tudo, menos comum. Já tentei pintar o cabelo, cortar o cabelo, fazer as unhas, vestir todos os tipos de roupas e até já fiz dieta por 3 DIAS INTEIROS! Mas, não consigo me ver diferente. Alguém me ensina a receita pra ser qualquer coisa? Menos comum, porfavor.
Eu escrevo tudo o que eu queria dizer e tento esconder. E no banho, eu canto todas as músicas do mundo fazendo o shampoo de microfone. Eu penso que sou a Beyoncé, às vezes. Afinal, sou uma 'Single Ladie' com muito requebrado. u_u
Meu cabelo podia ser daquele jeito, mas ele simplesmente não é. E quando eu simplesmente deveria manter a minha boca fechada, eu não consigo controlá-la. Às vezes, penso que minha boca tem vida propria, porque é tão dificil, tão dificil mantê-la calada... E é por isso que eu me acho tão comum...Já tentei inventar gírias, falar bonito, não falar. Mas, não consigo me ver diferente. Alguém me ensina a receita pra ser qualquer coisa? Menos comum, porfavor.
Eu sou um fracasso emocional. E isso vai da relação com a família e amigos, até os garotos. E principalmente eles.
Nunca fui falsa, prefiro andar com garotos, e existem apenas 6 pessoas nas quais eu confio cegamente. Eu sei... eu sou tão comum..Alguém me ensina a receita pra ser qualquer coisa? Menos comum, porfavor.


É melhor que fique assim por um tempo. Você sabe, eu sei, que essa não é a última vez que alguém te bate e não pede desculpas. Se é que podemos colocar dessa forma. Olha o tanto de coisa interessante que tem acontecido. Não lembra só do que é ruim e faça planos. Planos bobos, como, planejar o que vai comer amanhã (se aceita uma dica, eu estou realmente com vontade de comer um Japa). Planeje coisas importantes também. Esqueça tudo. Esqueça nada. Faça esforço pra não chorar e sorria sempre, mesmo que por dentro, sua alma grite bem alto. A felicidade, a vida e os problemas dos outros, são problemas deles. Não podem te afetar dessa meneira.
Te vejo amanhã, um beijo.