quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Mais uma carta



02 de setembro de 2009

Querida Terezinha,

Desculpe a demora pra voltar a te escrever.. andava eu meio assim sem tempo e você provavelmente ocupada com alguma coisa bem bonita por aí por cima. Por falar nisso, como estão as coisas por aí? Encontrou mais alguém conhecido? Espero que estejam te cuidando direitinho, que quando eu chegar aí vou agradecer a todos.
Por aqui está tudo muito bem... Tenho comido demais, mas já voltei a malhar. Logo logo, perco essa barriguinha saliente e posso usar biquini na praia. Aliás, a ultima vez que fomos à praia, foi no ultimo ano que passou. Realmente não temos tido tempo.
Vou lhe contar, mas já lhe deve ter chegado a noticia, de que eu, o irmão e a minha mãe, estamos passando um aperto.. Estamos bem menos chorosos ultimamente, porque estamos orando, como você aconselharia se estivesse aqui.
Tenho saído mais, também. Cada vez com amigos diferentes.. isso te deixa feliz?
Com o meu pai, por incrivel que pareça - e talvez nem pareça - está tudo indo as mil maravilhas. Nossa relação anda bonita, você precisa ver.. Temos conversdo muito, como nunca achei que iriamos, afinal.
Ah, como você faz falta... de verdade. Não estou lhe pedindo que volte numa maneira que me assuste, por favor. Sabes como sou medrosa, e qualquer coisa pode acabar com meu equilibrio mental. Ah, você deve estar rindo de mim agora.
Eu peguei minhas notas na escola.. ando melhor que no começo, sabia? Já o Pedro, nem vou falar aqui, mas merecia belos puxões de orelha,sabia?
Se estou namorando?
Nem se dê ao trabalho de perguntar essa pergunta que sempre há de ter a mesma resposta. Leia aqui um sonoro NÃO, acompanhado de um duvidoso INFELIZMENTE.
Queria muito seu colo, agora, pra lhe contar depois do almoço com a cabeça descansando em tua barriga, essas coisas da minha vida que nunca dão certo. Sei que você saberia o que dizer. Sinto falta dos teus olhos verdes, também. Nunca mais encontrei olhos assim. Talvez, confesso, seja porque não tenho procurado nada parecido, e nem quero.
Te perdi rápido demais e nem aproveitei.. opa, opa, preciso parar de transformar minha carta em um drama barato. Você já sabe como me doeu te perder e a falta que você faz.
Ah, não posso esquecer de agradecer pelo aroma de rosas que acabo sentindo quando penso em você. Já entendi que isso serve como um tipo de sinal -que até a pessoa mais incrédula como eu, sabe interpretar.
Não ligue pra essas gotas tantas espalhadas nesse papel.. você sabe como sou emotiva e sempre choro de saudades ao pensar em ti. Mas eu queria tanto, e aqui confesso, que você vivesse mais um pouco... não consigo entender porque a vida te levou e me deixou aqui. Tem sido dificil viver nesse planeta, você nem imagina...
Quase ia me esquecendo que hje é o seu aniversário. É ainda, porque eu ainda comemoro o dia em que você nasceu, minha flor. Gostaria de poder te abraçar, portanto, sinta-se abraçada.
Rezo pelo bem da sua alma, todos os dias.
Quero que saiba que se hoje sou feliz, é por tudo o que você me ensinou.
Nunca te perguntei como era o céu, né? Eu espero que não seja todo azul, eu gosto de azul, mas uma cor só deve ser muito chata. Desculpe, comecei a falar bobagens outra vez.

Enfim, obrigada por tantas coisas maravilhosas que fez por mim enquanto esteve aqui. Todos aqui mandam lembranças, um beijo especial e saudades.
Sentimos muito a sua falta, mas sabemos que não tarda muito, nos encontraremos novamente, por aí.

Feliz aniversário, voinha.
Com amor, Maria.

10 comentários:

Juliano disse...

Poxa emocionei meu anjo, sabes que eu num tenho mais avós, todos ja vieram a falecer, sinto falta dos que conhecei, mas tem um em especial que eu não cheguei a conhecer, mas mesmo assim sinto a sua falta...

Muito bom o seu blog, transbordando sentimentos...

Beijooos Má !

Ahh queria te parabenizar também pelo post " QUERIDO PASSADO " que eu achei ele perfeitoo..!

Parabéns garota você escreve muito !

INÊS GOMES disse...

escreves tão bem :)
gostei muito!

Gunnar Vargas disse...

Má! não consegui subir as músicas lá no site que vc me indicou, criei uma conta, mas não sei, não entendi como funciona... de qq forma, tem o meu myspace que não trava pq é bem mais simples, se quiser tentar www.myspace.com/gunnarvargas
de qq forma, valeu pela dica, vou continuar tentando, acho que não entendi muito bem a lógica daquele site rs
beijos
gu

Gunnar Vargas disse...

imagina, eu te agradeço muito! faz tempo que quero aprender a colocar músicas no blog, pq tem muita coisa que gravei, mas que tá muito "caseira" e o myspace a gente só coloca aquilo que tá 100%, mas o blog, sendo minha "página pessoal" me sinto tranquilo de colocar... rs
sim, tenho ou tive uma banda, que era massa! adoro-a, mesmo sentindo que está meio diluida...
vou continuar investigando essa coisa de músicas no blog rs
valeu!
beijão

Ni ... disse...

E toda felicidade do mundo!!

Obrigada pela visita, também gostei daqui...

Beijo e mais beijos

Eu, Thiago Assis disse...

relacionamento bonito vcs tinham,
e parece q continua algo exemplar
^^
parabens por isso.

Leandro disse...

oie!!! obrigado pela visita la' no meu blog.

Eu prometo que amanhã eu vou passar por aqui com calma ;-)

Volte sempre!

bjo

Layla Barlavento disse...

Vim pra te conhecer e acabei ficando. Também gostei daqui. Obrigada pela visita.
Eu particularmente acho que avós nunca, nunquinha deveriam morrer. Também sinto falta da minha.

Beijos na alma!
Layla Barlavento
http;//culpadowalter.blogspot.com

Atila Dias disse...

Nossa, Má é a coisa maiis linda que eu já vi pra uma pessoa que já se foi, dá pra capitar todos os sentimentos. Muito bom!

disse...

Meuris, simplesmente lindo...
"voinha" ... foi o que mais gostei!
vc é MA-ravilhosa!
bei Jú