domingo, 20 de setembro de 2009

Enquanto eu respirar.

(Para o meu garoto)


Você é desse jeito calado e faz aquela cara -que todos tentam imitar inutilmente- toda vez que acha estranha qualquer coisa que alguém diz.
Mas, eu gosto de você sabia?
E vou gostar um monte ainda, porque mesmo sendo a pessoa que eu mais conheço - ou mais PENSO que conheço-, ainda tenho muito a descobrir de ti.
Porque a gente não discute, não se mata. A gente vive junto e muito bem.
Não sei o que se passa contigo agora, mas isso realmente não importa. -Digo, não importa saber. O que acontece, importa.
Importaria a você se eu dissesse que estou aqui pra qualquer coisa? ( desculpe dizer assim o que todo mundo diz )
Somos amigos, e isso me deixa tão feliz..
Tão bom chegar em casa, sentar e te contar qualquer coisa. Cantar. Ouvir. Falar.
Ê,você me tira do sério com sua prepotencia -tão característica de nós dois...
Mas, eu adoro você sabia?
E adoro o seu cabelo bagunçado de manhã, e seu jeito tímido quando eu falo bobagens em público. Sabia que você fica vermelho? É, fica sim.
Eu sei que você, mais cedo ou mais tarde, vai embora. Embora não, morar fora.
Seja lá o que for, pra onde for, quando for e etc,etc,etc... ainda vai morar em mim.
Somos família. Eu e você.
E quem tá de fora, não vê nem metade do que somos e representamos um pro outro.
Vou sentir falta das pequenas coisas.. das briguinhas e dos rompantes. Vou sentir falta de ser eu, já que não sei se saberei sê-lo, sem te ter por perto.
Vê se volta, nem que seja de visita, me trazendo um presente legal. Eu vou ficar aqui te esperando, ou até posso ir lá te encontrar.
O futuro nos espera, meu bem. O seu chegou mais cedo que o meu, mas lá adiante a gente há de se encontrar.
Um dia, seremos tudo o que temos. Eu terei você, e você terá a mim.
Nossos filhos serão primos e vão brincar aos domingos ou qualquer coisa assim.
Eu te amo, sabia?

16 comentários:

Letícia disse...

É tão bom um sentimento forte de familia assim, da um pouco de tristeza só de lembrar que um dia vai fazer uma falta..
Beijooo

***MissUniversoPróprio*** disse...

Que lindo! Amei! ;) =** E obrigada pela visitinha lá no blog! =D

jadeamorim.com disse...

Owwn, que lindo bixo! *-*
Você escreveu pro seu irmão? (tipo, falo nossos filhos serão primos)

Beijos!

Katrina disse...

é preciso acertar o relógio para que um não espere muito pelo outro

=**

Juliano disse...

Eu não sei se tu chorou escrevendo esse texto, mas por eu me encontrar em muitas partes ai, eu chorei lendo... Eita de fato eu sou bem emo.tivo.

Beijooooos Má.! e claro que já pode ter intimidade neh, eu sempre te chamei de Má, então pode me chamar de Ju.

Beijoooooos e ótima semana!

Sofia A. disse...

Má,
lindo, lindo, lindo.
Tenho algumas pessoas assim, que amo, e muitas vezes como amigos, como irmãos, e que são como família para mim.
Um, especialmente, meu melhor amigo, que é mais ou menos assim pra mim, e que hoje mora longe.
Mas olha, se vocês quiserem, conseguirão manter o que têm, não importa a distância, te dou minha palavra.
Um beeijo!

Márcia Amaral disse...

eu me sentia assim mesmo a 4 meses atrás :/ segui aqui

Leandro disse...

pra variar um pouco, um texto interessante :-) E' legal ver a sua perspectiva hehehe


Que bom que você gostou do meu texto :-) (pelo menos alguém gosta hehehe)

boa semana pra vc moça!

bjo

Amanda O. disse...

Ô, que coisa fofa!

taah disse...

amei o post *_*

Luh* disse...

Aih que lindooo!!
encantador querida! adorei teu blog!

beijos

Jaya disse...

Já tive alguém assim. Já escrevi assim. Mas nos perdemos.

Hoje parece sonho, e só.

L-I-N-D-O o texto, Má.

Beijoca.

Daniela Filipini disse...

Formas diferentes de se declarar :)

Erica Vittorazzi disse...

Fez lembrar o meu irmão, que mora muito longe de mim.
Lindo texto,
beijo

Bê Matos disse...

Meus olhos lacrimejaram, de verdade. x_x ):

o blog ficou todo lindo, miga :)
beijos s2

disse...

nem de longe mesmo conseguimos alcançar o tamanho dessa cumplicidade de "amor"...
lindo Meuris (má!) ele deve sentir um orgulho imenso de vc

bei Jú