segunda-feira, 20 de abril de 2009

Adeus.

Os nosso ultimos encontros foram estranhos, você não me olha mais nos olhos. E chega perto de mim, mas não parece estar ao meu lado. É realmente complicado quando isso acontece, mesmo pra mim, que sempre afasto as pessoas. Olha pra mim enquanto eu falo, tá? Não olha pra baixo, olha PRA MIM! Eu não estou te pedindo um certificado de posse, estou te pedindo pra estar comigo. A M I Z A D E, já ouviu falar? Eu não estou gritando, eu falo alto assim mesmo. Não me interrompe, deixa eu concluir. Porque não confia em mim como eu confio em você? Eu realmente quero... queria você por perto. Eu tentei dizer. Ao menos eu tentei... Olha, eu vou embora de você, e nem sei se vou voltar. Eu sei que você escolheu a indiferença, mas eu mesma estou tão indiferente comigo, eu não ligo. Mesmo. Só que já faz um tempo que eu também tento ser indiferente contigo. Vou lhe confessar, eu não sei dizer 'adeus', e não sei mais lhe amar..


''Aprendi a só pensar em mim.
Seja forte, tente alcançar. ''
(moptop - Adeus)

4 comentários:

Lara disse...

amei esse texto!
tão eu pra alguém...
ás vezes me parece ser impossível ser amiga de quem se amou tanto...
beijos!

Thasio, disse...

shocante ! D:
má , não se preocupe não te abandonarei . Q

M.A disse...

Amaaaaaaay.
tão eu pra alguém [2]
Qual é o segredo?
Me ensina a ler a mente das pessoas tambem?

rs

Nêssa disse...

tô passando por isso também.